Luto

Morre Diego Maradona, maior jogador da história do futebol argentino

Ex-jogador tinha 60 anos e sofreu uma parada cardíaca, segundo o jornal Clarín, dias depois da retirada de um coágulo de sangue entre o cérebro e o crânio

Morreu nesta quarta-feira (25) Diego Armando Maradona Franco. O maior ídolo do esporte argentino sofreu uma parada cardíaca, segundo o jornal Clarín. Recentemente, ele passou por uma cirurgia para a retirada de um coágulo de sangue entre o cérebro e o crânio, ocasionado por pancadas. O ex-jogador da seleção argentina e atual técnico do Gimnasia La Plata, que completou 60 anos no último dia 30 de outubro, foi levado ao hospital, mas não resistiu.

A história do ídolo

A discussão sobre o melhor de todos os tempos sempre haverá no futebol, como em qualquer esporte. Mas certamente qualquer lista terá Maradona. Se pelos feitos em campo o debate será eterno, a idolatria que Maradona alcançou, talvez, seja indiscutível. Por sua personalidade, que lhe atrapalhou em vários momentos ao longo dos 60 anos de vida, Don Diego despertou paixão e admiração de fãs que poucos alcançaram.

Diego Maradona nasceu em 30 de outubro de 1960. Quinto dos oito filhos do casal Don Diego e Dalma Salvadora Franco, a Dona Tota, viveu a infância em Villa Fiorito, na periferia de Buenos Aires. O talento para o futebol apareceu cedo, e ainda criança despertou interesse dos clubes da cidade. Foi pelo Argentinos Juniors que estreou profissionalmente, com apenas 15 anos, em 20 de outubro de 1976, mas já era conhecido dos torcedores desde muito antes por ser o menino de rara habilidade que brincava com a bola no intervalo dos jogos no estádio que atualmente leva seu nome.

O ex-jogador sofreu uma delicada cirurgia no cérebro no começo do mês e recebeu alta oito dias depois.

Campeão mundial na Copa de 1986, quando ficou eternizado pelos gols que marcou contra a seleção da Inglaterra, o craque argentino drenou uma pequena hemorragia no cérebro.

O médico Leopoldo Luque afirmou na ocasião que a cirurgia era considerada simples, mas havia preocupação pela condição de saúde do ex-jogador.

Comentários Facebook
Fonte
G1

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo