Colorado

Mulher que fugiu do hospital de Vilhena com suspeita de Covid-19 é procurada pela polícia e deverá usar tornozeleira eletrônica

Delegado está tentando localizar paciente para cumprir medidas judiciais

Ao ligar para o delegado o delegado regional da Polícia Civil em Vilhena, Fábio Henrique Campos, para questionar o andamento do caso, ele revelou que pediu e a justiça determinou a prisão domiciliar da mulher de 39 anos, com suspeita de estar contaminada pelo Coronavirus e que fugiu do isolamento no Hospital Regional .

O site Folha do Sul publicou reportagem na época da fuga e também tentou contato com pessoas próximas à paciente, mas não obteve resposta.

 A suspeita é que ela tenha contraído a doença em viagem a Manaus, epicentro da pandemia no Amazonas, embora existam outras versões, nenhuma delas confirmada oficialmente.
Segundo o delegado, além da prisão domiciliar, a justiça determinou que a mulher passe a ser monitorada por tornozeleira eletrônica.
As medidas visam evitar que ela circule pela cidade e transmita o Coronavírus, caso esteja mesmo infectada.

Até a conclusão deste texto, agentes da Polícia Civil ainda estavam em diligências, tentando localizar a paciente, para que ela seja comunicada sobre as decisões e não saia mais de casa.

Fonte: Folha do Sul

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo