Crime Ambiental

Operação Samaúma aplica quase 40 milhões de reais em multas

A Operação Samaúma foi estabelecida pelo Decreto Presidencial nº 10.730, de 28 de junho de 2021

Até o momento, a Operação Samaúma, da 17ª Brigada de infantaria de Selva, já aplicou multas que totalizam o valor de R$ 39.840.000,00 (trinta e nove milhões, oitocentos e quarenta mil reais). A ação realiza trabalhos preventivos e repressivos, voltados para o combate aos crimes ambientais, com ênfase no desmatando ilegal, tudo em ambiente interagências, com o máximo de integração com Instituições Federais e Órgãos de Segurança Pública e Fiscalização (OSPF).

Além das multas, também foram apreendidos 774 m³ de madeira extraída ilegalmente, com valor estimado em R$ 1.200.000,00 (um milhão e duzentos mil reais), além de embargos de 3.980,94 hectares.

A operação está acontecendo desde o dia 3 de julho nos municípios de Porto Velho (RO), Lábrea (AM), Apuí (AM), Boca do Acre (AM), Candeias do Jamari (RO), Novo Aripuanã (RO), Humaitá (AM), Cujubim (RO), Canutama (AM), Manicoré (AM), Machadinho do Oeste (RO) e Itapuã do Oeste (RO).

A Operação Samaúma foi estabelecida pelo Decreto Presidencial nº 10.730, de 28 de junho de 2021, que autorizou o emprego das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO) nas terras indígenas, em unidades federais de conservação ambiental, em áreas de propriedade ou sob posse da União e, por requerimento do respectivo Governador, em outras áreas dos estados abrangidos, no período de 28 de junho a 31 de agosto do corrente ano.

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo