Policial

Polícia prende professor indígena acusado de estuprar a sobrinha

O acusado foi encaminhado para o sistema prisional, onde ficou à disposição da justiça

Um professor indígena de 42 anos foi preso preventivamente por policiais da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Porto Velho, acusado de estuprar a própria sobrinha de 14 anos. O crime foi denunciado pelo pai da vítima em agosto deste ano.

No dia 29 de agosto o pai da adolescente procurou a delegacia para denunciar o crime, praticado por seu próprio irmão contra sua filha.

O homem relatou para a Polícia, que naquele mesmo dia ele teria sentido falta da filha e começou a procurar por ela. Ao entrar na Casa do Índio, local que dá assistência aos povos indígenas, ele flagrou o irmão abusando da sua filha.

Um mês após ter feito da denúncia, o pai da adolescente procurou a Polícia novamente informando que o acusado estava ameaçando matar toda sua família. Ele disse ainda que o irmão teria afirmando que tinha comprado uma arma de fogo.

Após o crime ser denunciado, os policiais da DPCA, coordenados pelas delegadas Adrian Viero e Márcia Gazoni, iniciaram as investigações e foi decretada a prisão preventiva do acusado.

Nesta manhã, os policiais foram até a Casa do Índio e cumpriram o mandado de prisão. Questionado, o homem negou ter abusado da sobrinha e disse que no dia do crime ele tinha encontrado a adolescente sem roupa.

Ele foi encaminhado para o sistema prisional, onde ficou à disposição da justiça.

Comentários Facebook
Fonte
rondoniagora

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo